Sábado, 15 de Novembro de 2008

Saudades versus Clima

 

     "Decididamente as saudades não são como o clima.

     Quando está calor, não conseguimos imaginar como era quando tínhamos frio. Nem prever o que sentiremos novamente quando os termómetros baixarem. Da mesma maneira, temos dificuldade em imaginar o que é ter calor ao tiritarmos de frio na paragem do autocarro.

     Mas com as saudades é diferente. Conseguimos senti-las por antecipação, quando ainda temos a pessoa à frente, estamos sentados na cadeira (...) que vamos deixar ou no banco do jardim que julgamos nunca mais voltar a ver. Sentimos o mesmo nó na garganta, a mesma sensação de que a vida não tem graça sem aquela pessoa, ou aquela coisa e todos os outros sintomas que só os poetas a sério conseguem descrever sem serem pirosos.

     Há ainda as saudades a posteriori, se possível as mais esquisitas. Por vezes tem-se saudades das crianças quando se ouve a sua voz ou lhes passamos a mão pelos cabelos.

    Há ainda as saudades que temos lá dentro, mas de que só nos apercebemos quando cheiramos determinado perfume ou cruzamos os olhos com alguém que nos lembra outro alguém.

     É estranho, mas as saudades são estranhas.(...)"

 

Isabel Stilwell

sinto-me: Saudosa
tags:
publicado por Elisabete Ribeiro às 14:58
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Anónimo a 4 de Dezembro de 2008 às 17:09
Amei Beta!
Porque me toca profundamente, tudo isso eu já senti e vou sentindo ao longo da minha vida e pelos vistos, todos nós sentimos!!
Continua amiga, vais longe!!!!!!
Beijos
De jimcoma a 16 de Novembro de 2008 às 01:15
Este post como nenhum outro teu me deixou tão alegre e triste ao mesmo tempo.
Algere porque é verdade até ao mais profundo sentimento; é triste porque é verdade até ao mais profundo sentimento!
"A dor do silêncio mata mais que qualquer palavra dita..."; a saudade pode ser o silêncio que fica quando ainda estamos presentes e já antecipamos o que fica por dizer!
Oh! Que sentimento de tristeza me invade!...
De camal a 15 de Novembro de 2008 às 18:37
Pois.....
As saudades são um misto de sensações boas e más, não se sabe bem o que nos faz sentir. são sensações muito esquisitas, alegria por um lado tristeza por outro.
A saudade é um sentimento muito forte. Forte demais para que nós a consigamos controlar. ficamos completamente fora de nós quando somos apoderados pela saudade.
É linda e bela mas também é feia a muito cruel.

Comentar post

- Quem sou

- visitas

- calendário


Free Blog Content

- Últimas reflexões

- Chuva pela janela

- Para ti

- Aos amigos

- Fim de ano

- Uma questão de escolha

- Três letrinhas apenas...

- Há dias assim...

- Música

- Novo Ano

- Estrela

- Cheirinho a Natal

- Prazeres de Outono

- "Carpe Diem"

- O que é a esperança?

- Dias

- tags

- a minha criação

- amigo

- amizade

- amor

- amor é...

- anjo

- aprender

- boas energias

- bom dia

- chuva

- consciência

- crescer

- criança

- definições... cómicas

- definições... curiosas

- dezembro

- dias

- educar

- esperança

- estrela

- felicidade

- homem

- ideal

- juventude

- leitura

- lembrança

- liberdade

- mãe

- marcas

- mulher

- música

- natal

- nome

- novo ano

- o amor para...

- o meu poema- amigo

- outono

- palavras

- para ti

- paraíso

- parar

- passado

- passagem de ano

- pensamentos

- pertença

- presente e futuro

- receita da felicidade

- reféns

- relacionamentos

- saudade

- sensações

- ser docente

- somos poetas

- sorriso

- tempo

- três letrinhas apenas...

- triste

- uma lição de vida

- vida

- vive o momento

- todas as tags

- Ligações

- arquivos

- Setembro 2012

- Janeiro 2011

- Dezembro 2010

- Outubro 2010

- Maio 2010

- Março 2010

- Janeiro 2010

- Dezembro 2009

- Novembro 2009

- Setembro 2009

- Agosto 2009

- Julho 2009

- Junho 2009

- Maio 2009

- Abril 2009

- Março 2009

- Fevereiro 2009

- Janeiro 2009

- Dezembro 2008

- Novembro 2008

- Outubro 2008

- Setembro 2008

- Agosto 2008

- Julho 2008

- on

blogs SAPO

- subscrever feeds